Visualizações de página do mês passado

segunda-feira, 5 de julho de 2010

Nova pro novo....

      Há mais ou menos um mês atraz eu estava numa tristeza profunda, e todos que me viam assim e sabiam do meu motivo me diziam, deixe que o tempo cura...
      Naqueles dias eu queria matar todos aqueles que me diziam isso, como? Era denovo aquela dor de engano, de ter sido usada, de ter acreditado, como aquilo passaria? Eu estava só, no meu mundo, minha cabeça girava a mil em busca de respostas, achei até que o problema era eu...era meu, queria olhar na cara, saber dos motivos pessoalmente, a angustia estava de fato me deixando noite e noites sem dormir, aquele silêncio e indiferença me deixou no chão...
      Kkkkk, hoje não vou dizer que me livrei de todo, mas estou 70% curada, sou mais eu, sei de mim e ponto, isso me basta, acredito no ditado, quem não me deu o devido valor não me merece, vi que algumas coisas me balançam mas não me destrói, to me sentindo leve, não mais presa`aquele sentimento insano, as vezes penso ainda penso, mas deixou de me magoar, penso no passado, não quero mais aquilo no meu presente e muito menos no meu futuro...
      Livre, livre para o amor...quero ser assim, dona de mim, e tudo que vier que seja de verdade, pois Deus já tirou tudo de ruim...ACABOU...Obrigada, meu DEUS!!!

By Flor...

2 comentários:

Por que você faz poema? disse...

O mal, apenas, do outro lado da rua. Agora é tempo recomeçar...

Por que você faz poema? disse...
Este comentário foi removido pelo autor.